5 Métricas para E-commerce: Saiba o que analisar para o bom funcionamento da sua loja virtual

Já pensou em transformar os resultados da sua loja virtual através das principais métricas..

Já pensou em transformar os resultados da sua loja virtual através das principais métricas para e-commerce?

Com as métricas para e-commerce em alta, é importante que você esteja sempre atento as principais para fazer seu negócio virar um sucesso.

Pensando nisso, separamos 5 dicas de ouro para quem busca entender as melhores métricas para e-commerce em 2021!

Antes das dicas, vamos entender melhor porque as métricas são importantes para os resultados da sua empresa, além de te apresentar uma ferramenta: a Data42!

Disponível para qualquer e-commerce, ela gera dados métricos para insights assertivos, permitindo que você possa fazer as melhores escolhas, aumentando sua receita e impulsionando suas vendas.

São vários dados, inclusive mais que a própria plataforma de e-commerce oferece, permitindo ainda mais controle para o operador tomar as melhores decisões.

Para conhecer melhor sobre a Data42 você pode clicar aqui ou conversar com os consultores da BCR clicando em “contato” ao fim deste conteúdo!

A importância de analisar métricas

Dados métricos são nossas ferramentas para conseguir tomar as melhores decisões, impulsionando a empresa diminuindo os gastos.

Essas métricas são, então, estatísticas gráficas que nos ajudam a compreender o andamento das ações da empresa, mensurando resultados, erros e possíveis passos futuros.

Com essa análise bem desenvolvida, sua empresa conseguirá ter um controle estrutural muito mais definido, significando mais poder de ação com o menor custo possível, acelerando as vendas e, consequentemente, os lucros.

Portanto, apoiar-se em métricas são hoje as principais maneiras de acompanhar o andamento da empresa, principalmente quando falamos do âmbito digital, como nos e-commerce.

Vale ressaltar que o E-commerce só cresce, e a tendência é que aumente ainda mais. A Neotrust, desenvolvedora de uma pesquisa sobre o crescimento do e-commerce, mostrou que em 2020 foram quase 6 milhões de novos consumidores em lojas virtuais.

Mais que isso, apenas no segundo trimestre de 2020 as vendas via e-commerce bateram aumento de mais de 100%, resultando em R$33 bilhões de reais!

Por isso, começar agora mesmo a analisar métricas permitirá que este crescimento esteja na palma de suas mãos, te proporcionando escolhas poderosas para o crescimento da sua empresa.

Agora, conheça as 5 dicas para se atentar a partir de hoje na hora de analisar as métricas para seu e-commerce!

As 5 principais métricas

Para entendê-las, é importante salientar que nada está rigorosamente rígido a regras, o que significa que algumas métricas podem não ser a melhor escolha no momento atual da sua empresa.

Mesmo assim, entendemos que essas 5 métricas abaixo são muito importantes para que sua loja virtual possa crescer de maneira estrategicamente estruturada e idealizada para o sucesso.

1 Taxa de Conversão

Já muito conhecida, principalmente quando falamos sobre os estudos de Marketing Digital, a taxa de conversão nada mais é que os dados sobre acesso e vendas provindos do seu site.

Ela mostra quanto cada visitante “custa”, permitindo assim que a empresa possa saber quanto investir, o que melhorar e o que não deve ser repetido. Ela estimula escolhas e planejamentos, e precisa ser milimetricamente pensada.

Geralmente seu cálculo é fácil, sendo entendida pela fórmula: número de vendas / número de visitantes.

Assim, será possível entender a viabilidade dos seus anúncios, como eles estão performando e o que pode ser melhorado, ou até mesmo repetido.

É uma taxa mestre que mostra, principalmente, resultados.

2 Taxa de abandono de carrinho

Quando o assunto é e-commerce, o abandono de carrinho será um problema diário.

Mesmo assim, ele pode ser combatido e deve estar no alerta da empresa a todo momento, tentando reduzir cada vez mais a quantidade de abandono.

Desta maneira, essa taxa mede as pessoas que não compraram após separar os produtos no carrinho, ajudando a medir o comportamento dos clientes, analisar as taxas de frete e o giro de produtos comercializados na loja virtual.

Com esta análise, você poderá compreender quais produtos estão com problemas de vendas, se os preços de frete estão justos com o mercado em geral, etc.

O cálculo deve ser realizado entendendo a lógica entre quem abandonou a compra dividido pelo número de pessoas que acessaram o site (ou no termo técnico, pessoas que iniciaram o checkout), multiplicados por 100.

Assim, será possível encontrar, em porcentagem, o número de desistências e tomar as decisões mais inteligentes para evitar que isso aconteça com a mesma intensidade.

3 CAC, ROI e ROAS

Aqui temos 3 conceitos relacionados a resultados:

  • O Custo de Aquisição de Clientes (CAC);
  • O Retorno de Investimento (ROI);
  • O Retorno de Investimento de anúncios publicitários (ROAS em tradução livre).

Estes 3 conceitos estão interligados em um mesmo ponto: Todos os dados obtidos geram insights para que você possa compreender o que vale a pena continuar e o que precisa ser alterado.

CAC

O CAC mede o custo de cada cliente para a empresa. Ele também está ligado ao relacionamento com o cliente e o valor da marca.

Quanto maior o número de CAC, mais um cliente “custa” para a empresa, o que pode dar sinais como:

  • Alto valor do produto;
  • Insatisfação dos clientes;
  • Problemas no setor de vendas.

Em contrapartida, o CAC baixo pode mostrar satisfação dos clientes, menor custo para conquistar cada um, maior valor de marca e, consequentemente, maior valor do produto no mercado.

Em questão de número, o ideal é que o valor do CAC seja menor que a receita.

ROI

Este marcador métrico apresenta o retorno de todos os investimentos realizados e conquistados no e-commerce.

Assim, o ROI mostra como a empresa está investindo positiva ou negativamente, se ela está dando retorno ou não. Essa métrica é representada por um cálculo simples e muito importante:

Receita / investimento = número do retorno da empresa

Sabendo calcular estes números e compreendendo seu significado, sua empresa poderá realizar investimentos cada vez mais estratégicos e precisos, obtendo mais resultados e elevando o valor da marca.

É extremamente importante ficar de olho neste indicador, portanto, se atente! Se o ROI for negativo, é sinal que a empresa está perdendo dinheiro.

ROAS

Muito parecido com o ROI, a diferença entre essas duas métricas é que o ROAS mostra dados específicos de anúncios pagos, seja pelo Google Ads, Facebook Ads entre outros.

Desta forma, analisá-lo individualmente será um facilitador para compreender, entre os anúncios, o que performa bem para elevar seu e-commerce no universo chamado internet.

Seu cálculo também é fácil e diretamente relacionado ao ROI, funcionando de maneira segmentada dentro de seus investimentos.

Receita total de mídias pagas / Investimento total em mídias pagas.

Desta maneira, será possível compreender se os investimentos estão de fato rendendo frutos à sua loja virtual, permitindo que novas estratégias sejam tomadas a fim de melhorar os números.

4 Taxa de conversão de vendas

Sendo mais direcionada que a taxa de conversão geral, a taxa de conversão de vendas será seu guia no e-commerce para entender quais produtos mais performam, quais são mais rejeitados, etc.

Desta maneira, você poderá direcionar seus investimentos para produtos com baixo giro, impulsionar ainda mais os de alto giro, movimentar outros produtos para lugar de destaque e muitas outras estratégias.

As oportunidades para sua loja virtual serão infinitas, basta um olhar crítico e uma boa estrutura estratégica.

5 Ticket Médio

Muito aliada a taxa de conversão e conversão de vendas, o Ticket Médio representa o valor médio das vendas de um período.

Ele aponta o desempenho, mostrando o quanto a equipe comercial tem conseguido fechar negócios mais vantajosos para a empresa. Podemos calcular o Ticket Médio identificando quantas vendas foram feitas e o faturamento total delas em um determinado período.

Seja por compras únicas, assinaturas ou compras periódicas, a coleta destes números mostram quais produtos vendem mais, menos, estão estagnados ou até mesmo, faltando.

Mais que isso, com este número bem definido a empresa poderá saber como aumentá-lo mensalmente, elevando não apenas o lucro mas também a presença da empresa no mercado de atuação.

Desta maneira, conhecer bem o Ticket médio será um excelente marcador de evolução da empresa em um contexto geral, permitindo novos investimentos futuros, impulsionando cada vez mais as estratégias do seu setor de vendas.

Então, gostou de conhecer essas dicas e entender melhor como as métricas para e-commerce podem impulsionar o desenvolvimento estruturado da sua empresa?

Lembre-se de conhecer melhor a Data42 e todas as métricas que a ferramenta pode te oferecer para impulsionar as vendas mensais e lucro, clique a seguir para fazer um contato.

Quer saber ainda mais dicas e compartilhar com outros profissionais que podem se beneficiar delas? Em breve lançaremos um infográfico com 10 dicas para você baixar gratuitamente e ler quando quiser, então, continue nos acompanhando!

Veja também

Data 42

Como o BI pode ajudar seu E-commerce VTEX

Leia mais
Este site utiliza cookies que salvam seu histórico de uso. Para saber mais, leia a nossa política de privacidade .